Notícias

24/07/2017

Número de fumantes cai 35% em dez anos no Brasil

Saúde e Bem Estar

Ações de combate ao tabagismo são reconhecidas pela OMS

 

A política brasileira de controle do tabaco conseguiu reduzir em 35% o número de fumantes nas capitais brasileiras nos últimos dez anos, segundo dados da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel)  2016. Os dados indicam que o percentual de tabagistas passou de 15,7%, em 2006, para 10,2%, no ano passado. Entre aqueles que fumam 20 cigarros ou mais por dia a prevalência passou de 4,6% para 2,8% nessa última década. 

Devido a esses resultados positivos, o Brasil foi um dos oito países que atingiram quatro metas ou mais, recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), para reduzir doenças e mortes relacionadas ao tabaco. O relatório divulgado pela entidade destaca as ações que o Ministério da Saúde (MS) vem realizando no monitoramento do tabagismo no País, por meio de levantamentos como o Vigitel e a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS).

Fonte: Ministério da Saúde (MS)