Notícias

26/09/2017

Varejo farmacêutico mantém índice de crescimento

Mercado

Abertura de lojas e vendas de medicamentos sustentaram os números

 

De acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), as grandes redes de farmácias e drogarias conseguiram manter os índices de crescimento no primeiro semestre de 2017. Somente as 27 redes associadas movimentaram R$ 21,72 bilhões entre janeiro e junho deste ano, um acréscimo de 8,76% sobre o mesmo período de 2016.

O presidente executivo da Abrafarma, Sérgio Mena Barreto, atribui o aumento à constante abertura de lojas das redes afiliadas no País, além do investimento em centros de logística e distribuição para melhorar o mix de produtos nas gôndolas. "O poder de barganha das drogarias também permite comercializar produtos com preços mais competitivos", acrescenta. O número de lojas cresceu 15,02%, passando de 6.158 para 7.083 unidades, no período de um ano. No primeiro semestre, os medicamentos foram os principais responsáveis pelo resultado. As vendas totalizaram R$ 14,84 bilhões, um aumento de 10,69% em relação aos seis primeiros meses do ano passado. Já a venda dos não medicamentos (itens de higiene, cosméticos, perfumaria e conveniência) contabilizou R$ 6,87 bilhões - um acréscimo de 5,31%.

Fonte: Monitor Digital